SINDSEF - Sindicato dos Servidores Federais do Estado de Rondônia A cada quatro horas uma mulher é assassinada antes de completar 30 anos no Brasil – SINDSEF – Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia
terça-feira , dezembro 6 2022
Home / Notícias / Destaque / A cada quatro horas uma mulher é assassinada antes de completar 30 anos no Brasil

A cada quatro horas uma mulher é assassinada antes de completar 30 anos no Brasil

Os homicídios dolosos de mulheres mais que dobraram no País nas últimas décadas, passando de uma taxa de 2,3 por 100 mil habitantes, em 1980, para 4,8 homicídios por 100 mil, em 2012 – um crescimento de 111%. Entre as jovens, os dados são ainda mais alarmantes: uma taxa de 7,7 homicídios por 100 mil e, somente em 2012, a cada quatro horas uma mulher foi assassinada antes de completar 30 anos no Brasil. O assassinato de mulheres é 60% maior na faixa até 30 anos.

Os dados, divulgados recentemente pelo Instituto Sangari no Mapa da Violência 2014 – Os Jovens do Brasil, revelam ainda que o aumento dos homicídios não atingiu só as mulheres, mas foi um movimento que vitimou a população brasileira como um todo e, sobretudo, a masculina: entre os homens a taxa de homicídios teve um crescimento ainda maior, de 156%, passando de 21,2/100 mil, em 1980, para 54,3/100 mil, em 2012.

De acordo com a socióloga Wânia Pasinato, pesquisadora do Núcleo Pagu/Unicamp e consultora da ONU Mulheres, o campo das políticas públicas precisa conhecer melhor as causas dos números crescentes de assassinatos de mulheres para enfrentá-los de modo mais eficaz.

Fonte: Portal Compromisso e Atitude/Agência Patrícia Galvão