SINDSEF - Sindicato dos Servidores Federais do Estado de Rondônia Em greve, 500 servidores federais de RO fazem manifestação em praça – SINDSEF – Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia
domingo , dezembro 4 2022
Home / Notícias / Destaque / Em greve, 500 servidores federais de RO fazem manifestação em praça

Em greve, 500 servidores federais de RO fazem manifestação em praça

Cerca de 500 servidores federais de diversas intituições de Rondônia fizeram um manifestação nesta sexta-feira (7) na Praça das Três Caixas D’água em Porto Velho.O ato único reuniu servidores de vários municípios do estado.

Entre os grevistas reunidos estavam componentes do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Saúde e Previdência de Rondônia (Sindisprev-RO), Sindicato dos Técnicos da Unir (Sintunir), servidores do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Fundação Nacional de Saúde (Funasa), entre outros.

Segundo o diretor jurídico do Sindicato dos Servidores Federais em Rondônia (Sindsef), Paulo Vieira, os servidores têm sete pautas. Entre elas estão data base, reposição salarial de 27,3% de aumento linear para todas as categorias do serviço público federal e incorporações das gratificações.

O sindicato diz que não há prazo para o fim da greve, visto que as negociações com o Governo Federal não avançaram e a proposta de oferecer 21% de reposição parcelado em quatro anos não agradou a classe.

“Não cobre a inflação, pra gente não interessa. Queremos 27,3% a partir de janeiro. Hoje começam novas negociações com o governo, esperamos que tenha avanço”, diz Vieira.

Todos os órgãos federais estão mantendo 30% do efetivo para prestar os serviços essenciais de cada instituição. Ao todo, a greve já atinge 16 estados. Em Rondônia, a estimativa é de que cerca de 2.500 servidores já cruzaram os braços.

A greve dos servidores públicos federais no estado, liderada pelo Sindsef, já tem duas semanas. Entretanto, a greve do INSS já está na terceira semana e a paralisação da Universidade Federal de Rondônia (Unir) completou os dois meses.