SINDSEF - Sindicato dos Servidores Federais do Estado de Rondônia Em seis meses de gestão, Sindsef faz balanço das principais medidas adotadas em prol da categoria – SINDSEF – Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia
quinta-feira , junho 17 2021
Home / Notícias / Destaque / Em seis meses de gestão, Sindsef faz balanço das principais medidas adotadas em prol da categoria

Em seis meses de gestão, Sindsef faz balanço das principais medidas adotadas em prol da categoria

Há 32 anos o Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia – Sindsef/RO tem lutado para garantir o cumprimento dos direitos de seus filiados, sempre atento às diversas demandas de suas categorias de base e atuando com investidas em todos os âmbitos, seja com medidas administrativas, jurídicas e mobilizações políticas para defender os interesses dos servidores públicos federais no estado de Rondônia.

No dia 8 de junho, a atual gestão sob comando do presidente Mário Jorge Sousa de Oliveira, de seus diretores e coordenadores regionais, completa seis meses à frente da entidade, e nesse período tem fortalecido as lutas e trabalhado intensamente resgatando o papel principal do Sindsef, na defesa intransigente de diretos e garantias de seus filiados.

Confira algumas das bandeiras de atuação da entidade nesses seis meses de gestão:

  • Participação ativa no fórum rondoniense em defesa do serviço público com a participação em CAMPANHAS DE ENFRENTAMENTO E MOBILIZAÇÃO CONTRA A APROVAÇÃO DA REFORMA ADMINISTRATIVA e em defesa do serviço público (PEC 186, PEC 187 e PEC 32) inclusive lançando divulgação de campanhas de outdoor nos principais municípios e plotagem de veículos.
  • Articulação junto aos estados de Roraima e Amapá e criação de GRUPO DE TRABALHO para articular apoio em prol da aprovação da PEC 07 e emendas do senador Marcos Rogério/RO.
  • Luta pela MANUTENÇÃO DOS PLANOS ECONÔMICOS no contracheque dos beneficiários da FUNASA, MINISTÉRIO DA SAÚDE, EX-TERRITORIO E FUNAI com a CRIAÇÃO DE GRUPOS DE TRABALHO (GT) para estudar medidas para reverter a medida.
  • Investidas junto ao Ministério da Saúde e Ministério da Economia e Funasa pelo cumprimento de prazo de migração para a nova plataforma.
  • Luta política, administrativa pela CORREÇÃO DO ENQUADRAMENTO DE NA (NÍVEL AUXILIAR) PARA NI (NÍVEL INTERMEDIÁRIO) dos servidores transpostos.
  • Luta política e administrativa pela atualização de PROGRESSÕES DOS PROFESSORES PIONEIROS.
  • Luta política e administrativa NOVO PRAZO PARA OPÇÃO DE EBTT (Enquadramento Ensino Básico Técnico E Tecnológico) e enquadramento dos professores leigos do ex-Território com articulação junto aos parlamentares da bancada federal pela inclusão de nossa proposta de emenda a PL 1913/2013 que resolverá de forma definitiva a opção dos professores para o EBTT.
  • FORÇA TAREFA SINDICAL EM BRASÍLIA pelo destravamento do Imposto de Renda da Isonomia e da GEAD.
  • FORÇA TAREFA 2 EM BRASILIA com audiências junto ao Ministério da Saúde e Funasa para protocolo de recurso administrativo sobre a retirada dos planos econômicos.
  • Luta pelo andamento da PEC 101 – que reivindica a concessão de PLANO DE SAÚDE AOS SERVIDORES DA EXTINTA SUCAM que manusearam o inseticida Dicloro-Difenil-Tricloroetano – DDT.
  • Mobilização pela assinatura do termo de acordo para pagamento retroativo da gratificação de títulos denominada RSC (RECONHECIMENTO DE SABERES E COMPETÊNCIAS) após a vitória do Sindsef em ação judicial.
  • Acompanhamento junto a CEEXT pelo enquadramento dos servidores da transposição.
  • Adesão e divulgação da CAMPANHA PELA VACINAÇÃO JÁ.
  • Busca de PARCEIRAS E CONVÊNIOS DE PLANOS DE SAÚDE para os filiados.
  • CAMPANHA PELA MANUTENÇÃO E NOVAS FILIAÇÕES dos servidores, em especial os transpostos, com sorteios de brindes.
  • Frente de trabalho na Sede Administrativa e nas Coordenações Regionais para atendimento dos filiados no
    CADASTRAMENTO FACIAL DO APLICATIVO SOU GOV E MEU GOV.
  • INSTALAÇÃO DE POSSE DA COMISSÃO DE ÉTICA que passam a atuar de forma independente, gozando de prerrogativas e deveres.
  • CONTROLE E MONITORAMENTO DAS RECEITAS DO SINDSEF com contenção de gastos que não sejam essenciais enquanto perdurar o cenário de incertezas e ameaças de perda de salários e direitos.
  • Recolhimento em conta dos 5% de receita para FUNDO DE RESERVA DESTINADO A MOBILIZAÇÃO SINDICAL.
  • CURSO DE FORMAÇÃO SINDICAL com a realização do projeto 03 de formação continuada para os membros titulares da Diretoria Executiva, Coordenações Regionais, Conselho Fiscal e de Ética.
  • Padronização das notícias oficiais do sindicato com a CRIAÇÃO E LANÇAMENTO DA RÁDIO WEB E TV SINDSEF.
  • Maratonas de REUNIÕES REGIONAIS por secretarias de forma remota com a realização de ciclo de reuniões regionais com professores e técnicos educacionais organizado pela SECRETARIA DE ASSUNTOS EDUCACIONAIS e ciclo de reuniões regionais com filiados do ex-Território pioneiros e transpostos organizado pela SECRETARIA DE EX-TERRITÓRIO.
  • MELHORIA NO ATENDIMENTO JURÍDICO com a implantação de PLANTÃO DE ADVOGADOS NA SEDE DO SINDSEF e atendimento jurídico por meio do BALCÃO VIRTUAL COM ADVOGADOS DO ESCRITÓRIO FONSECA E ASSIS.
  • Calendário de reuniões com patronos de ações.
  • Ciclos de reunião com grupo de trabalho de diretores e advogados.
  • MELHORIAS NA GESTÃO ADMINISTRATIVA DO SINDSEF com a criação de comissão de licitação; criação de comissão de recebimento de materiais; criação para elaboração de regimento interno; comissão para organizar planejamento estratégico; medidas para criação de protocolo digital.
  • Nova Resolução Sindsef.
  • Instalação do Arquivo Digital do Sindsef.