SINDSEF - Sindicato dos Servidores Federais do Estado de Rondônia Greve: Incra e INSS aguardam posição do Governo e continuam com a greve por tempo indeterminado – SINDSEF – Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia
sábado , junho 25 2022
Home / Notícias / Destaque / Greve: Incra e INSS aguardam posição do Governo e continuam com a greve por tempo indeterminado

Greve: Incra e INSS aguardam posição do Governo e continuam com a greve por tempo indeterminado

IMG-20150821-WA0032

 

Durante assembleia realizada no centro de formação sindical do sindsef na manha desta sexta-feira, a diretoria executiva realizou avaliação e deliberação sobre a paralisação dos servidores com o comando de greve representado por lideranças dos órgãos federais de Rondônia.

Estiveram no local os diretores executivos, Francisco Torres (Ex-Território), Wilton Marques (Reforma Agrária), Abson Praxedes (Saúde), Ivan Francisca (Aposentados), Eliete Azevedo (Administração), Luiz Barros (Esporte) além do Advogado representando o Escritório Fonseca e Assis, Raul Fonseca.

Após uma avaliação detalhada sobre o andamento da paralisação e descontentamento dos servidores com o descaso do governo, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) e o Instituto Nacional do Seguro Nacional (INSS), optaram pela permanência da paralisação por tempo indeterminado.

Já os servidores da SAMP (Superintendência e Administração do Ministerio Planejamento) decidiram se retirar da paralisação e permanecer em estado de greve, com a possibilidade de retorno a qualquer momento. Segundo o comando de greve do órgão, alguns servidores estão desmotivados pelo fato de alguns colegas não aderirem o movimento e contribuem para que a paralisação se torne cada vez mais fraca.

No INCRA o comando radicalizou com o fechamento dos portões do órgão, todos os dias os servidores se concentram a frente da entrada principal juntamente com os funcionários terceirizados, que apoiam a greve e permanecem no local participando das diversas atividades desenvolvidas durante a semana.

A diretoria executiva continuará dando todo apoio jurídico, pessoal e material para todos os servidores que permanecem paralisados, “É obrigação do sindicato dá apoio não somente aos filiados, mais sim, a todos os servidores públicos federais que buscam o mesmo objetivo, o respeito, a dignidades e a valorização pessoal de quem trabalha em prol da sociedade” destacou Francisco Torres, Secretário de Ex-Território do Sindsef.