SINDSEF - Sindicato dos Servidores Federais do Estado de Rondônia Planejamento formaliza proposta e maioria do Executivo debate em assembleias e plenária nacional marcada para próximo dia 10 – SINDSEF – Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia
domingo , dezembro 4 2022
Home / Notícias / Notícia urgente / Planejamento formaliza proposta e maioria do Executivo debate em assembleias e plenária nacional marcada para próximo dia 10

Planejamento formaliza proposta e maioria do Executivo debate em assembleias e plenária nacional marcada para próximo dia 10

Servidores federais em todo o Brasil devem debater em assembleias nos próximos dias a proposta que o Ministério do Planejamento formalizou (veja aqui) apontando um índice de 10,8% num prazo de dois anos (2016-2017). O governo mantém proposta de reajuste nos benefícios (auxílio-alimentação, creche e plano de saúde) repondo percentual do período em que permaneceram congelados. Fica mantida também proposta que altera regra da contagem de pontos das gratificações para fins de aposentadoria que tiveram prazo para incorporação da nova realidade melhorado em relação à proposta anterior. Sobre as demandas especificas de cada setor da base da Condsef, o Planejamento sinalizou uma reunião para a próxima terça, 8. Em plenária nacional que acontece no próximo dia 10, em Brasília, a maioria do Executivo deve definir sobre a aceitação ou não da proposta.

Os debates em torno desse cenário devem continuar intensos até o dia da plenária nacional. A Condsef e suas filiadas participam de um calendário de atividades na próxima semana programado pelo Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasef). Essas atividades são importantes para fomentar ainda mais o debate em torno da proposta e as possibilidades da luta do conjunto dos federais na cobrança de atendimento das reivindicações mais urgentes do setor.

Destravar a proposta que o governo estava cristalizando em 4 anos foi fruto da resistência e mobilização de servidores em todas as regiões do País. A categoria deve seguir mobilizada e se debruçar em torno da discussão desse novo cenário promovendo as avaliações pertinentes a essa reta decisiva dos processos de negociação.

fonte:Condsef