SINDSEF - Sindicato dos Servidores Federais do Estado de Rondônia Série especial EBTT/ Parte 2 – Isonomia e Gead – SINDSEF – Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia
quinta-feira , maio 21 2020
Home / Notícias / Destaque / Série especial EBTT/ Parte 2 – Isonomia e Gead

Série especial EBTT/ Parte 2 – Isonomia e Gead

ISONOMIA
Com o advento da lei 8.216/1991, os docentes foram incluídos nas tabelas salariais da lei 7.596/87, conseguindo assim o tratamento igual com as escolas técnicas federais. E, apesar da lei “ser para todos”, isso não aconteceu, obrigando os docentes a socorrerem-se através da justiça, que reconheceu condenando a União pelo tratamento discriminatório (ação da isonomia).

GEAD
Entre 1991 e 2008, a União continuou com o tratamento discriminatório, com a criação de gratificações apenas para os docentes das escolas técnicas, a exemplo da GID (gratificação específica de atividade docente do ensino fundamental, médio e tecnológico) e GEAD (Gratificação Especifica de Atividade Docente) obrigando os docentes socorrerem-se novamente no judiciário.

Não perca, na terceira parte da série, você vai conhecer a lei que criou o EBTT.

ACOMPANHE:

Série especial EBTT – Como a luta começou – Parte 1 – A Discriminação do Ex-Território