SINDSEF - Sindicato dos Servidores Federais do Estado de Rondônia Sindsef apoia Campanha “Trabalhadoras e Trabalhadores Protegidos Salvam Vidas” – SINDSEF – Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia
domingo , setembro 25 2022
Home / Notícias / Destaque / Sindsef apoia Campanha “Trabalhadoras e Trabalhadores Protegidos Salvam Vidas”

Sindsef apoia Campanha “Trabalhadoras e Trabalhadores Protegidos Salvam Vidas”

Olá filiados e filiados, o Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia – Sindsef/RO, atendendo a recomendação da Condsef, convoca a todos a para participarem da campanha “Trabalhadoras e Trabalhadores Protegidos Salvam Vidas” respondendo a um rápido questionário que tem como objetivo coletar informações para embasar pautas destinadas aos gestores públicos requerendo condições de trabalho que protejam os trabalhadores e as trabalhadoras.

CLIQUE PARA RESPONDER A PESQUISA – http://trabalhadoresprotegidos.com.br/

O Sindsef/RO defende que todos os servidores federais tenham acesso aos equipamentos de proteção individual (IPI) e condições de trabalho adequados para prevenção e enfrentamento dos impactos da pandemia de coronavírus, obedecendo as recomendações da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e as diretrizes da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Objetivos da campanha:
1. Levantar dados para reivindicar plenas condições de trabalho junto os gestores públicos e privados de saúde;
2. Levantamento de informações para ações sindicais junto a órgãos e entidades nacionais e internacionais;
3. Preparação de campanhas junto a sociedade civil e aos trabalhadores;
4. Apoiar as trabalhadoras e os trabalhadores para que empregadores e gestores reconheçam que o COVID-19 é uma ameaça à segurança e saúde no trabalho e que devem respeitar todas as obrigações detalhadas nas Convenções 155, 187 e 161 bem como das Recomendações 194, 197 e 171 e o Protocolo da Convenção 155 da OIT- Organização Internacional do Trabalho;
5. Atuar para que o gerenciamento nacional da pandemia seja baseado nas diretrizes da OMS – Organização Mundial de Saúde.