SINDSEF - Sindicato dos Servidores Federais do Estado de Rondônia Sindsef continua a luta em defesa dos professores aposentados prejudicados pela EC 20 – SINDSEF – Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia
quarta-feira , agosto 25 2021
Home / Notícias / Sindsef continua a luta em defesa dos professores aposentados prejudicados pela EC 20

Sindsef continua a luta em defesa dos professores aposentados prejudicados pela EC 20

O Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia – Sindsef/RO realizou no último dia 13 de agosto, reunião virtual com os professores federais aposentados com fundamento na Emenda Constitucional 20/1998 e que tiveram negados os pedidos de opção a carreira de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico – EBTT, com objetivo de esclarecer dúvidas e informar sobre as medidas adotadas para reverter os indeferimentos.

A reunião contou com a presença do presidente do Sindsef/RO, Mário Jorge Souza de Oliveira, dos diretores: Flávia Hiromi Takahashi (Assuntos Educacionais), Francisco Tores/Pimpolho (Ex-Território), Iracema Sena (Aposentados e Pensionistas) e Eva Bezerra (Formação Sindical) e ainda do advogado Denyvaldo Júnior (Escritório Fonseca & Assis).

Ao recepcionar os professores na sala virtual, o presidente Mário Jorge fez um apanhado das frentes de trabalho que o sindicato tem atuado para buscar soluções às demandas das categorias de base, dentre elas, professores do ex-Território.

Mário Jorge destacou que o Sindsef/RO tem buscado em todas as esferas, por meio de medidas administrativas, ações judiciais e mobilizações políticas com indicação de propostas de emendas parlamentares.

“A luta travada pelo Sindsef Rondônia não é isolada. É uma luta em conjunto com os estados de Roraima e Amapá. Cercamos e fizemos frente em todas as esferas. O Sindicato tem feito seu papel. Não podemos esperar apenas por uma única decisão”, ressaltou o presidente.

Entenda o porquê a EC 20/1998 indefere o EBTT

A reunião foi provocada após indicação de decreto apresentada pelo senador Marcos Rogério (RO) a pedido do Sindsef/RO, que solicita a reabertura do prazo para opção na carreira de EBTT. No entanto, como o decreto não tem poder de alterar a legislação, os professores aposentados com fundamentos na Emenda Constitucional 20/1998 permanecem impedidos de ingressar na carreira.

O diretor Francisco Torres explicou os fundamentos da Emenda Constitucional – EC 20 de 1998, que vigorou até 30 de dezembro de 2003 e amparou a aposentadoria da maioria dos servidores que ingressaram no serviço público nos idos de 1972 e 1973.

Pimpolho esclareceu que após edição, a Lei 13.681 específica o direito ao enquadramento na carreira de EBTT apenas aos professores aposentados com fundamento na Emenda Constitucional 71 (artigos 3, 6 e 6A) e na Emenda Constitucional 43 (artigo 3), deixando de fora os professores aposentados com outros fundamentos, inclusive pela Emenda Constitucional 20/1998.

Ação Judicial

Ao abordar a atuação do Sindsef/RO na área jurídica, o advogado Denyvaldo Júnior informou que o sindicato ingressou em 2018, com uma ação judicial solicitando o enquadramento no EBTT de todos os professores aposentados, independente da Emenda Constitucional que fundamenta a aposentadoria.

De acordo com o advogado, a ação está conclusa para decisão. No entanto, a Advocacia Geral da União – AGU solicitou mais informações do Sindsef/RO sobre a demanda, sinalizando uma possível tentativa de acordo. As informações estão sendo prestadas pelo Escritório Fonseca & Assis, que segundo Denyvaldo têm buscado acelerar as tratativas.

Medidas Administrativas

O Sindsef/RO tem feito diversas tratativas junto aos Ministério da Economia e Ministério da Educação de forma a pleitear o reconhecimento do governo federal para com os professores do ex-Território, infelizmente, sempre prejudicados quando se trata de reconhecimento de carreira.

Frente política

No âmbito político, o Sindsef/RO fez diversas solicitações de apoio aos parlamentares de Rondônia, Roraima e Amapá, inclusive apresentando indicações de emendas a projetos de leis que inserem e corrigem injustiças cometidas aos professores do ex-Território, dentre elas, os aposentados pela EC 20.

Dentre as frentes, o Sindsef/RO indicou emenda ao Projeto de Lei – PL 1913/2021 de autoria do senador Marcos Rogério, em tramitação no Senado e, que altera a Lei nº 13.681, de 18 de junho de 2018, para permitir a opção pela inclusão nos quadros federais em extinção dos professores do Estado de Rondônia.

Grupo de Estudos

A diretora de Assuntos Educacionais, Flávia Hiromi Takahashi, destacou que o sindicato está organizando um grupo de trabalho para estudar a carreira de magistério, identificar as demandas e elaborar uma minuta da carreira de docente.

O Sindsef/RO reafirma seu compromisso para com as categorias que representa e busca desempenhar seu papel de lutar pela garantia e reparação dos direitos dos servidores públicos federais. “Vamos continuar com atuação persistente em todas as esferas por  meio de Força Tarefa em Brasília e grupos de trabalho com a participação dos filiados”, encerrou o presidente Mário Jorge.

 

REJEVA A REUNIÃO NA INTEGRA:

Sindsef convida professores aposentados pela EC 20/1998 para live nesta sexta-feira (13/08)